Revisões sistemáticas das evidências relevantes:

Precaução com o vício da evidência disponível
Email to someoneTweet about this on TwitterShare on FacebookPin on PinterestShare on LinkedIn

Cite as: Precaução com o vício da evidência disponível (http://www.jameslindlibrary.org/essays/precaucao-com-o-vicio-da-evidencia-disponivel/)


Os vieses podem distorcer os experimentos de tratamentos médicos e levar a conclusões errôneas Eles também podem distorcer as revisões das evidências. O planejamento das revisões sistemáticas devem ser exibidos em protocolos, como aqueles publicados pela  Colaboração Cochrane , deixando claro quais medidas serão tomadas para reduzir os vieses.

Isto inclui especificar claramente:

  • qual questão sobre os tratamentos será tratada na revisão;
  • os critérios que qualificarão um estudo para inclusão;
  • as estratégias que serão usadas para procurar estudos potencialmente elegíveis; e
  • as medidas que serão tomadas para minimizar os vieses na seleção dos estudos e dos dados para inclusão na revisão (Berlin 1997).

Diferentes revisões sistemáticas tratando o que parece ser a mesma questão sobre os efeitos dos tratamentos médicos freqüentemente chegam a conclusões diferentes. Às vezes isto acontece porque as questões tratadas possuem pequenas diferenças. Às vezes apresentam diferenças nos materiais e métodos usados pelos revisores, e nestas circunstâncias é importante julgar quais das revisões são mais propensas a terem reduzido os vieses de alocação com maior êxito.

Também vale a pena considerar se os revisores têm outros interesses que possam afetar a realização ou a interpretação da sua revisão. Por exemplo, pessoas associadas aos fabricantes do óleo de prímula da noite revisaram os efeitos do medicamento em eczemas (Morse et al. 1989). Eles chegaram a uma conclusão muito mais interessante sobre o valor do medicamento do que uma revisão feita por investigadores sem nenhum interesse comercial, que incluíram os resultados de estudos não publicados em sua avaliação (Williams 2003).

Não são somente os interesses comerciais que podem levar à seleção com viés de evidências disponíveis para inclusão em revisões. Todos nós temos preconceitos que podem levar à seleção com viés da evidência, e pesquisadores, profissionais da saúde, pacientes e outros pessoas que possam estar avaliando os efeitos dos tratamentos não estão imunes. Conflitos de interesse foram reconhecidos como importantes, e algumas medidas estão sendo tomadas para levá-los em conta.

References

Berlin JA (1997). Does blinding of readers affect the results of meta-analyses? University of Pennsylvania Meta-analysis Blinding Study Group. Lancet 350:185-186 .

Morse PF, Horrobin DF, Manku MS, Stewart JC, Allen R, Littlewood S, Wright S, Burton J, Gould DJ, Holt PJ, et al (1989). Meta-analysis of placebo-controlled studies of the efficacy of Epogam in the treatment of atopic eczema. Relationship between plasma essential fatty acid changes and clinical response. British Journal of Dermatology 121:75-90.

Sackett DL, Oxman AD (2003). HARLOT plc: an amalgamation of the world’s two oldest professions BMJ 327:1442-1445.

Williams HC (2003). Evening primrose oil for atopic dermatitis. BMJ 327:1358-1359.

PAHO Logo

Translated from the original English by the Pan American Health Organization.
All rights reserved. www.paho.org